Alteração registros 1300/1700 das retenções de PIS/COFINS na EFD Contribuições

FórumCategoria: Fórum - Perguntas e RespostasAlteração registros 1300/1700 das retenções de PIS/COFINS na EFD Contribuições
Foto de perfil de Moisés AzevedoMoisés Azevedo perguntado 3 semanas

No novo Guia Prático da EFD Contribuições, versão 1.32 de 10/2019, uma das alterações foi nos registros 1300 / 1700, que fez adequação das regras de validação, em conformidade com a IN RFB 1.540, de 2015 (abaixo descrita):.

Conforme art. 9º da IN RFB 1.234, de 2012, com a redação dada pela IN RFB 1.540, de 2015, os valores retidos na fonte a título de Contribuição para o PIS/Pasep e Cofins somente poderão ser deduzidos com o que for devido em relação à mesma espécie de contribuição e no mês de apuração a que se refere a retenção. Os valores retidos na fonte a título de Contribuição para o PIS/Pasep e Cofins que excederem ao valor da respectiva contribuição a pagar no mesmo mês de apuração, poderão ser restituídos ou compensados com débitos relativos a outros tributos administrados pela RFB, mediante PER / DCOMP.

DÚVIDA: se a retenção de PIS e da COFINS prevista na IN 1234/2012 exceder o valor da respectiva contribuição a pagar no mês de apuração, para poder compensar essa retenção no próximo mês, com a PRÓPRIA contribuição, a empresa deverá fazer por PER / DCOMP? ou por PER/DCOMP fica limitado para compensação com OUTROS TRIBUTOS administrados pela RFB?

Exemplo (só com valor do PIS):
Mês 07/2019:
PIS Devido no mês (antes da dedução da retenção) = 800,00
PIS Retido no mês = 1.000,00
PIS a pagar no mês = 0,00
Saldo de Retenção PIS a compensar em meses futuros= 200,00
————————————————-
Mês 08/2019:
PIS Devido no mês (antes da dedução da retenção) = 500,00
Dúvida nessa apuração do mês 08/2019:
– Para poder usar os 200,00 do PIS Retido excedente do mês 07/2019, a empresa precisa fazer um PER / DCOMP?